Home » Bulário » Advertências sobre o uso de CERAZETTE
Ver preço com desconto
Advertências sobre o uso de Cerazette
Se qualquer dos fatores de risco/condições mencionados abaixo estiver presente, os benefícios douso de progestagênios devem ser avaliados contra possíveis riscos para cada mulherindividualmente e discutidos com ela antes que a mesma decida usar Cerazette.No caso de agravamento, exacerbação ou ocorrência pela primeira vez de qualquer destascondições, a usuária deve contatar o médico. Ele deve então decidir se o uso de Cerazette deveráser descontinuado.• O risco de câncer de mama aumenta, em geral, com a idade. Durante o uso de contraceptivosorais (COs) o risco de ter câncer de mama diagnosticado está levemente aumentado. Esse riscoaumentado desaparece gradualmente em 10 anos após a descontinuação do uso de COs e nãoestá relacionado ao tempo de uso, mas à idade da mulher quando utilizava o CO. O númeroesperado de casos diagnosticados por 10.000 mulheres que usam contraceptivos oraiscombinados (COC) (até 10 anos após a descontinuação do uso) em relação às que nunca usaramdurante o mesmo período foi calculado para os respectivos grupos etários: 4,5/4 (16-19 anos),17,5/16 (20-24 anos),48,7/44 (25-29 anos), 110/100 (30-34 anos), 180/160 (35-39 anos) e 260/230 (40-44 anos). O riscoem usuárias de contraceptivos de progestagênio isolado é possivelmente de magnitudesemelhante àquele associado com COC.Entretanto, para esses contraceptivos de progestagênio isolado, a evidência é menos conclusiva.Comparado ao risco de ter câncer de mama em algum momento da vida, o aumento do riscoassociado ao CO é baixo. Os casos de câncer de mama diagnosticados em usuárias de COtendem a ser menos avançados que naquelas que não usaram CO. O aumento do risco observadonas usuárias de CO pode ser devido a diagnóstico precoce, a efeitos biológicos do CO ou àcombinação dos dois. Uma vez que o efeito biológico dos hormônios não pode ser excluído, oestabelecimento individual do risco/benefício deve ser feito na mulher com câncer de mamapreexistente e na mulherna qual o câncer de mama é diagnosticado enquanto usando Cerazette.• Uma vez que o efeito biológico dos progestagênios no câncer de fígado não pode ser excluído, oestabelecimento individual do risco/benefício deve ser feito na mulher com câncer de fígado.• Investigações epidemiológicas associaram o uso de COC a uma maior incidência detromboembolismo venoso (TEV, trombose venosa profunda e embolismo pulmonar). Embora arelevância clínica deste achado para desogestrel usado como contraceptivo na ausência de umcomponente estrogênico seja desconhecida, Cerazette deve ser descontinuado em caso detrombose. A descontinuação de Cerazette deve também ser considerada e caso de imobilizaçãoprolongada devida à cirurgia ou doença. Mulheres com história de distúrbios tromboembólicosdevem ser alertadas sobre a possibilidade de recorrência.• Embora os progestagênios possam apresentar efeito sobre a resistência à insulina e sobre atolerância à glicose, não há evidência da necessidade de alterar o regime terapêutico emdiabéticas usando contraceptivos de progestagênio isolado. Entretanto, mulheres diabéticas devemser cuidadosamente observadas enquanto usarem contraceptivos de progestagênio isolado.• O tratamento com Cerazette leva à redução dos níveis séricos de estradiol para um nívelcorrespondente à fase folicular inicial. Até o momento não se sabe se a redução tem algum efeitoclinicamente relevante sobre a densidade óssea.• A proteção contra gravidez ectópica com contraceptivos de progestagênio isolado (minipílulas)não é tão boa como aquela com contraceptivos orais combinados. Os contraceptivos deprogestagênio isolado (minipílulas) foram associados à ocorrência freqüente de ovulações duranteseu uso. Apesar do fato de Cerazette inibir a ovulação, a gravidez ectópica deve ser consideradano diagnóstico diferencial se a mulher tem amenorréia ou dor abdominal.• Cloasma pode ocorrer ocasionalmente, especialmente em mulheres com história de cloasmagravídico.Mulheres com tendência a cloasma devem evitar exposição ao sol ou à radiação ultravioletaenquanto usarem Cerazette.• As seguintes condições foram relatadas durante a gravidez e durante uso de esteróide sexual,mas a associação com o uso de progestagênios não foi estabelecida: icterícia e/ou prurido relacionado a colestase; formação de cálculo de vesícula; porfiria; lúpus eritematoso sistêmico;síndrome urêmica hemolítica; corea de Sydenham; herpes gestacional; perda da audiçãorelacionada a otosclerose.• Consulta/exame médico – antes de prescrever, deve ser conhecida a história clínica completa erecomenda-se um exame ginecológico completo para excluir a presença de gravidez. Distúrbios desangramento, como oligomenorréia e amenorréia, devem ser investigados antes da prescrição. Ointervalo entre os exames depende das circunstâncias em cada caso individual. Se o produtoprescrito puder influenciar doença manifesta ou latente, os exames de controle devem ser feitos deacordo (vide itens acima).Mesmo quando Cerazette é tomado regularmente, podem ocorrer distúrbios de sangramento. Se osangramento é muito freqüente e irregular, deve ser considerado outro método contraceptivo. Seos sintomas persistirem, deve ser excluída causa orgânica. O controle da amenorréia durante o usode Cerazette deve ser considerado se os comprimidos não tiverem sido tomados de acordo comas instruções e pode incluir teste de gravidez. O tratamento deve ser descontinuado se ocorrergravidez. As mulheres devem ser informadas de que Cerazette não protege contra HIV (AIDS) eoutras doenças sexualmente transmissíveis.Redução da eficáciaA eficácia dos contraceptivos de progestagênio isolado pode ser reduzida no caso deesquecimento de tomar os comprimidos, distúrbios gastrintestinais ou de utilização de medicaçãoconcomitante.Alterações no padrão de sangramento vaginalDurante o uso de contraceptivos de progestagênio isolado, pode ocorrer sangramento vaginal maisfreqüente ou de duração mais longa em algumas mulheres, enquanto em outras o sangramentopode ser esporádico ou totalmente ausente. Essas alterações podem ser uma razão para que amulher rejeite o método. O aconselhamento cuidadoso às mulheres que optaram pelo uso deCerazette pode melhorar a aceitação do padrão de sangramento. A avaliação do sangramentovaginal deve ser feita quando necessário e pode incluir exame que afaste patologia ginecológica ougravidez.Desenvolvimento folicularCom todos os contraceptivos hormonais de baixa dosagem, o desenvolvimento folicular ocorre eocasionalmente o folículo pode continuar o desenvolvimento além do tamanho que poderia atingirnum ciclo normal. Geralmente, esses folículos aumentados desaparecem espontaneamente.Freqüentemente são assintomáticos e, em alguns casos, estão associados à dor abdominal leve.Raramente requerem intervenção cirúrgica.
Ver bula completa do medicamento Cerazette
Ver preço com desconto
Aqui você encontra a bula do medicamento Cerazette. Todas as informações sobre o medicamento Cerazette têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento com o medicamento Cerazette. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com o medicamento Cerazette devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.
Todas as informações contidas neste site têm a intenção de somente informar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento.

Decisões relacionadas a tratamento de pacientes devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

“NÃO TOME NENHUM MEDICAMENTO SEM O CONHECIMENTO DE SEU MÉDICO. PODE SER PREJUDICIAL PARA SUA SAÚDE”.
Consulte Também
Bulário NOVO!
Laboratórios
Medicamentos Genéricos
Medicamentos Referência
Perguntas e Respostas
Medicamentos Genéricos
Embalagem
Glossário
O que são Genéricos
Quem somos?
Quem Somos
Política de Privacidade
Fale Conosco
Adicionar Favoritos
Indique este site
Links Rápidos
Alertas e Informes ANVISA
Unidades Públicas de Saúde
Conselho Nacional de Saúde
Conselho Federal de Farmácia
© 2014 Busca Remédio - Todos os direitos reservados - Política de Privacidade