Home » Bulário » ELAMAX
Ver preço com desconto
Laboratório de Elamax
Biolab
Apresentação de Elamax
Drg.: cx. c/ estojo-calendário, c/ 21 drágeas (11 brancas e 10 rosadas). Cada drágea branca contém: Valerato de estradiol 2 mg. Cada drágea rosada contém: Acetato de ciproterona 1 mg; Valerato de estradiol 2 mg.
Indicações de Elamax
Tratamento de reposição hormonal na sintomatologia climatérica, manifestações de involução da pele e do trato urogenital, estados depressivos do climatério, manifestações carenciais pós-ovariectomia em doenças não-carcinomatosas e prevenção de osteoporose pós-menopausa.
Contra Indicações de Elamax
Pacientes c/ hipersensibilidade ao medicamento; gravidez suspeita ou diagnosticada; durante o período de aleitamento; tromboflebite e distúrbios tromboembólicos ou antecedentes dos mesmos, bem como estados que predispõem a tais enfermidades; alterações graves da função hepática; tumores hepático (atual ou já tratado) e estrógeno-dependentes confirmados ou suspeitos; carcinomas de mama e dos genitais ou suspeita dos mesmos; hemorragia genital anormal não-diagnosticada; endometriose; icterícia ou prurido gestacional grave; otosclerose agravada durante a gravidez anterior; distúrbios no metabolismo lipídico, antecedentes de herpes gestacional; anemia falciforme e diabetes grave c/ alteração vascular.
Advertências sobre o uso de Elamax
Deve-se realizar história e exames clínico e ginecológico completos antes de prescrever o tratamento com Elamax. Atenção especial deve ser dedicada à pressão arterial, mamas, abdômen e órgãos pélvicos, assim como totalmente afastada a possibilidade de gravidez. Hemorragias: a ocorrência de hemorragias vaginais durante as três semanas de uso do produto não é motivo para interromper o tratamento. Uma hemorragia leve pode desaparecer por si só. Se o sangramento tiver intensidade semelhante a da menstruação normal, o médico deve ser informado. Ausência de hemorragia: o tratamento prolongado com Elamax aumenta a ausência de sangramento durante os sete dias de descanso. Se houver suspeita de gravidez, deve-se interromper a tomada e excluir tal possibilidade. Durante tratamentos prolongados, a paciente deve submeter-se a completos exames de controle a cada 6 meses. Deve-se estabelecer rigorosa vigilância caso a paciente apresente: antecedentes ou mesmo diabetes, hipertensão, varizes, otosclerose, esclerose múltipla, epilepsia, porfiria, tetania, coréia menor e antecedentes de flebite. A medicação deve ser suspensa nos casos de ocorrência de cefaléia semelhante à enxaqueca, ou de cefaléias com freqüência e intensidade não habituais, perturbações repentinas da visão, audição ou de outros sentidos, sinais precursores de tromboflebites ou tromboembolias (edemas ou dores não habituais nas pernas, dor ao respirar, tosse de origem desconhecida), sensação de dor e constrição do tórax, cirurgias programadas (6 semanas de antecedência), imobilidade forçada, aparecimento de icterícia, hepatite, prurido generalizado, aumento de crises epilépticas, acentuada elevação da pressão arterial.
Uso na Gravidez de Elamax
durante o tratamento com Elamax a paciente não deve engravidar. Para tanto deverá utilizar métodos não-hormonais de contracepção, com exceção dos métodos de ritmo (Ogino-Knaus) e da temperatura. Lactação: o estrogênio é excretado no leite materno, portanto o uso de Elamax durante a lactação não é indicado.
Interações Medicamentosas de Elamax
- Barbitúricos, hidantoína, fenilbutazona, ampicilina, rifampicina e tetraciclina: quando administrados conjuntamente com Elamax podem diminuir a eficácia deste último. -Insulina ou outros antidiabéticos: os hormônios podem diminuir a tolerância à glicose, aumentando assim as necessidades de insulina ou outros medicamentos antidiabéticos orais. • Interferência em Exames Laboratoriais: Podem ocorrer alterações nas concentrações séricas de antitrombina III, colesterol total, folato, lipoproteína, piridoxina, cálcio, sódio, triglicerides e substrato renina.
Reações Adversas de Elamax
Foram relatados casos de cefaléia, náuseas, vômitos, tensão mamária, alterações do peso, da libido e do humor. O tratamento prolongado pode aumentar a ausência de sangramento durante os sete dias de descanso.
Posologia de Elamax
Para se obter maior eficácia, Elamax deve ser administrado conforme as instruções, em intervalos diários que não ultrapassem 24 horas. As pacientes devem ser orientadas para tomar Elamax juntamente com pequenas quantidades de líquido, sem mastigar e sempre à mesma hora escolhida do dia, de preferência após o café da manhã ou jantar. Elamax traz impresso em seu estojo-calendário os dias de uma semana completa (dom., seg., ter., qua., qui., sex., sáb.). Ao iniciar o tratamento perfure no dia da semana correspondente e comece pelo comprimido revestido identificado (Início) no 5º dia dociclo menstrual (5º dia de sangramento). Tome um comprimido revestido diariamente, seguindo o sentido das setas impressas no estojo-calendário, até o término do mesmo (21 dias). Após o término dos 21 comprimidos revestidos de Elamax, deve-se fazer uma pausa de 7 dias, durante a qual deverá ocorrer sangramento semelhante à menstruação. Após este intervalo, salvo outra prescrição médica, reiniciar o tratamento com Elamax com o primeiro comprimido revestido do estojo seguinte, identificado como Início, no mesmo dia da semana que o estojo anterior, independente do sangramento ter cessado ou não. Caso de esquecimento: desde que não tenha passado 12 horas do horário escolhido para o tratamento, a paciente deve tomar o comprimido revestido de Elamax na mesma hora que perceber o esquecimento, e o próximo comprimido revestido no horário habitual.
Ver preço com desconto
Aqui você encontra a bula do medicamento Elamax. Todas as informações sobre o medicamento Elamax têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento com o medicamento Elamax. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com o medicamento Elamax devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.
Todas as informações contidas neste site têm a intenção de somente informar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento.

Decisões relacionadas a tratamento de pacientes devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

“NÃO TOME NENHUM MEDICAMENTO SEM O CONHECIMENTO DE SEU MÉDICO. PODE SER PREJUDICIAL PARA SUA SAÚDE”.
Consulte Também
Bulário NOVO!
Laboratórios
Medicamentos Genéricos
Medicamentos Referência
Perguntas e Respostas
Medicamentos Genéricos
Embalagem
Glossário
O que são Genéricos
Quem somos?
Quem Somos
Política de Privacidade
Fale Conosco
Adicionar Favoritos
Indique este site
Links Rápidos
Alertas e Informes ANVISA
Unidades Públicas de Saúde
Conselho Nacional de Saúde
Conselho Federal de Farmácia
© 2019 Busca Remédio - Todos os direitos reservados - Política de Privacidade