Home » Bulário » EPIRRUBICINA
Ver preço com desconto
Apresentação de Epirrubicina
Epirrubicina 10mg: Pó liófilo inj. de 10mg: emb. c/ 1 fr.-ampola de pó liófilo e uma ampola c/ 5ml de diluente.
Indicações de Epirrubicina
Possui a capacidade de induzir respostas úteis em um amplo espectro de doenças neoplásicas, tais como: carcinoma de mama, linfomas malignos, sarcomas de partes moles, carcinoma gástrico, carcinoma hepático, câncer de pâncreas, carcinoma do retossigmóide, carcinoma da região cervicofacial, carcinoma pulmonar, carcinoma ovariano e leucemias. É indicada por instilação endovesical no tratamento dos carcinomas superficiais da bexiga (de células transicionais, carcinoma in situ) e na profilaxia das recidivas após intervenção de ressecção transuretral.
Contra Indicações de Epirrubicina
Este produto está contra-indicado em pacientes c/ reações alérgicas à Epirrubicina ou aos outros componentes da fórmula. Também está contra-indicada em pacientes c/ mielossupressão marcante induzida por terapia medicamentosa ou radioterapia anterior. A administração é normalmente contra-indicada em pacientes c/ história atual ou anterior de doença cardíaca e em pacientes já tratados c/ doses cumulativas máximas de outras antraciclinas, tais como a doxorrubicina ou a daunorrubicina.
Reações Adversas de Epirrubicina
Além da mielodepressão e cardiotoxicidade (citadas no item Advertências), foram relatadas: Alopecia: Geralmente reversível, aparece em 60%-90% dos casos tratados; é acompanhada de parada do crescimento da barba do homem. Mucosite: Pode aparecer 5-10 dias após o início do tratamento; caracteriza-se predominantemente por estomatite c/ áreas de erosão doloridas e localizadas ao longo das margens laterais da língua e ao nível da mucosa sublingual. Distúrbios do aparelho gastrintestinal: Náusea e diarréia; febre, calafrios e urticária; anafilaxia. Cistite química: Às vezes hemorrágica, na administração intravesical. O risco de tromboflebite no local da injeção pode ser minimizado seguindo-se a maneira de administração recomendada. Epirrubicina pode causar uma cor vermelha na urina e o paciente deve ser alertado de que isto não é motivo para alarme. Gravidez e lactação: Não existe informação conclusiva se a Epirrubicina pode provocar efeitos prejudiciais à fertilidade humana ou causar teratogênese. De qualquer maneira, dados experimentais sugerem que a Epirrubicina pode causar dano ao feto. Este produto não deverá ser administrado a pacientes que estejam grávidas ou a mães que estejam amamentando. Como a maioria dos outros agentes antitumorais, a Epirrubicina tem mostrado, em animais, propriedades mutagênicas e carcinogênicas. Pele e olhos: Contato acidental c/ a pele, inclusive a que recobre os olhos, deverá ser tratado imediatamente por lavagens abundantes c/ água e sabão. A conjuntiva do olho deverá ser lavada c/ soro fisiológico.
Posologia de Epirrubicina
Epirrubicina deve ser administrada somente por via intravenosa e a solução reconstituída deve ser introduzida através do tubo de borracha do equipo para infusão intravenosa de cloreto de sódio durante 3-5 minutos. Essa técnica reduz ao mínimo o risco de trombose ou extravasamento perivenoso que pode acarretar celulite grave e necrose. Injeções em veias pequenas ou injeções repetidas na mesma veia podem provocar esclerose venosa. A dose é habitualmente calculada c/ base na área de superfície corpórea. Agente isolado: A dose mais comumente usada nas experiências clínicas tem sido 75-90mg/m2. A dose deve ser repetida c/ um intervalo de 21 dias; a dose total de cada ciclo pode ser dividida em dois dias sucessivos. O esquema de dosagem deve, de qualquer maneira, ter em conta o quadro hematológico do paciente. Em particular, uma dose mais baixa é recomendada para pacientes cuja função medular tenha sido diminuída por quimioterapia ou radioterapia anterior e na idade avançada. Associação quimioterápica: Quando a Epirrubicina BIOSINTÉTICA é usada em associação c/ outros agentes antitumorais, a dose deve ser reduzida. Um estudo comparativo no carcinoma avançado da mama c/ terapia combinada mostrou que a associação FEC (5-FU, Epirrubicina, ciclofosfamida) é tão eficaz quanto FAC (5-FU, adriamicina, ciclofosfamida) quando os componentes Epirrubicina e adriamicina são administrados na dose de 50mg/m2. A dose também deve ser diminuída em pacientes c/ a função hepática comprometida para evitar um aumento da toxicidade sistêmica, pois a principal via de excreção é o sistema hepatobiliar. Uma insuficiência hepática moderada (bilirrubina 1, 2, 3mg/100ml ou retenção da BSP 9%-15%) requer uma redução da ordem de 50%, enquanto uma insuficiência grave (bilirrubina > 3mg/100ml ou retenção da BSP > 15%) requer uma redução da ordem de 75%. Administração intravesical: No tratamento dos carcinomas papilares de células transicionais são aconselhadas instilações semanais de 50mg, que deverão ser repetidas durante 8 semanas; no caso de toxicidade local (cistite química) será conveniente reduzir a dose unitária para 30mg. No tratamento de carcinomas in situ, a dose poderá ser aumentada para 80mg, de acordo c/ a tolerância individual. Na profilaxia das recidivas sucessivas à resseção transuretral de tumores superficiais são aconselhadas instilações semanais de 50mg, que deverão ser repetidas durante 4 semanas, seguidas de instilações mensais da mesma dose até completar um ano. Para uso intravesical, a dose escolhida de Epirrubicina BIOSINTÉTICA deve sempre ser dissolvida em 50ml de solução fisiológica ou de água destilada estéril. Na administração intravesical, a solução de Epirrubicina que é instilada por cateter deve ser mantida in loco durante uma hora. Logo após, orienta-se o paciente a esvaziar a bexiga. Durante a instilação poderá ser oportuno movimentar, c/ movimentos de rotação, a bacia do paciente c/ a finalidade de proporcionar um contato o mais amplo possível da solução c/ a mucosa vesical.
Ver preço com desconto
Aqui você encontra a bula do medicamento Epirrubicina. Todas as informações sobre o medicamento Epirrubicina têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento com o medicamento Epirrubicina. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com o medicamento Epirrubicina devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.
Todas as informações contidas neste site têm a intenção de somente informar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento.

Decisões relacionadas a tratamento de pacientes devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

“NÃO TOME NENHUM MEDICAMENTO SEM O CONHECIMENTO DE SEU MÉDICO. PODE SER PREJUDICIAL PARA SUA SAÚDE”.
Consulte Também
Bulário NOVO!
Laboratórios
Medicamentos Genéricos
Medicamentos Referência
Perguntas e Respostas
Medicamentos Genéricos
Embalagem
Glossário
O que são Genéricos
Quem somos?
Quem Somos
Política de Privacidade
Fale Conosco
Adicionar Favoritos
Indique este site
Links Rápidos
Alertas e Informes ANVISA
Unidades Públicas de Saúde
Conselho Nacional de Saúde
Conselho Federal de Farmácia
© 2019 Busca Remédio - Todos os direitos reservados - Política de Privacidade