Home » Bulário » Reações Adversas de ORELOX
Ver preço com desconto
Reações Adversas de Orelox
Reações anafiláticas: podem ocorrer raramente reações, tais como: angioedema, broncospasmo, fadiga, possivelmente culminando em choque. Reações cutâneas: prurido, urticária, erupção cutânea, púrpura. Assim como para outras cefalosporinas, podem ocorrer casos isolados de erupção bolhosa (eritema multiforme, Síndrome de Stevens-Johnson, necrólise epidérmica tóxica). Reações gastrintestinais: náuseas, vômitos, dor abdominal e diarréia. Como para todos os antibióticos de amplo espectro a diarréia pode possivelmente ser um sintoma de enterocolite, o que em alguns casos pode vir acompanhada de sangue. Uma forma particular de enterocolite que pode ocorrer com o uso de antibióticos é a colite pseudomembranosa, na maioria dos casos devido à Clostridium difficile (ver item Precauções e Advertências). Assim como para outros antibióticos, o uso de cefpodoxima proxetil pode resultar em superinfecção, com o crescimento de microrganismos não susceptíveis especialmente durante o uso prolongado. Uma avaliação repetida das condições do paciente é essencial. Se ocorrer superinfecção durante o tratamento, medidas adequadas devem ser tomadas. Reações hepáticas: elevação moderada das enzimas hepáticas (TGO, TGP e fosfatase alcalina, bilirrubina e HDL), e em casos excepcionais lesão hepática. Estas anormalidades laboratoriais podem ser explicadas pela ocorrência da infecção, podem raramente exceder em duas vezes o limite superior da média normal, obtendo-se um padrão de doença hepática em geral colestática e assintomática. Foram relatados casos de eosinofilia, leucocitose, linfocitose, granulocitose, basofilia, monocitose, trombocitose, diminuição de hemoglobina, leucopenia, neutropenia, trombocitemia, linfocitopenia, trombocitopenia, prolongamento do tempo de protrombina e tempo de tromboblastina parcial e raros casos de anemia hemolítica. Estes raros eventos foram reversíveis com o término do tratamento. Assim como para outros antibióticos beta-lactâmicos, podem ocorrer neutropenia e, mais raramente, agranulocitose durante tratamento com cefpodoxima, especialmente se administrado por longos períodos. Foi observada a ocorrência de alteração da função renal com a utilização de antibióticos deste grupo, principalmente com a administração concomitante de um aminoglicosídeo e/ou um diurético potente. Outros: podem ocorrer cefaléia, sensações vertiginosas, tinnitus, parestesia e astenia.
Ver bula completa do medicamento Orelox
Ver preço com desconto
Aqui você encontra a bula do medicamento Orelox. Todas as informações sobre o medicamento Orelox têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento com o medicamento Orelox. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com o medicamento Orelox devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.
Todas as informações contidas neste site têm a intenção de somente informar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento.

Decisões relacionadas a tratamento de pacientes devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

“NÃO TOME NENHUM MEDICAMENTO SEM O CONHECIMENTO DE SEU MÉDICO. PODE SER PREJUDICIAL PARA SUA SAÚDE”.
Consulte Também
Bulário NOVO!
Laboratórios
Medicamentos Genéricos
Medicamentos Referência
Perguntas e Respostas
Medicamentos Genéricos
Embalagem
Glossário
O que são Genéricos
Quem somos?
Quem Somos
Política de Privacidade
Fale Conosco
Adicionar Favoritos
Indique este site
Links Rápidos
Alertas e Informes ANVISA
Unidades Públicas de Saúde
Conselho Nacional de Saúde
Conselho Federal de Farmácia
© 2019 Busca Remédio - Todos os direitos reservados - Política de Privacidade